Blog
Blog de conteúdos e artigos para "pessoas" que desenvolvem "pessoas", dentro ou fora das organizações.

QUAL É A CULTURA DE VALORES DA SUA ORGANIZAÇÃO? Tema: TRANSFORMAÇÃO CULTURAL método Richard Barrett

— Por Vânia Faria —

Qual é a cultura de valores da sua organização? 

Muitas vezes, quando faço esta pergunta para as pessoas nas organizações por onde tenho realizado consultoria, ouço que os valores são aqueles descritos no marco filosófico – que é constituído por “missão, visão e valores organizacionais” – e que a cultura organizacional é o conjunto destes três elementos.

Normalmente reformulo a questão e volto a perguntar: – “Quais são os valores vivenciados hoje pelos colaboradores de sua empresa e que de fato definem como é a cultura organizacional nela existente?”.

É muito comum ouvir respostas incertas, tais como: – alguns dos valores são vivenciados sim, mas existem alguns outros que também sabemos que existem e que não saberíamos dizer ao certo quais são…  não saberíamos dar nomes aos mesmos…

Logo assumo o meu papel de “consultora de transformação cultural” e explico que a cultura existente é sim a “vivenciada” e não aquela do marco filosófico que é a cultura que chamamos de “cultura declarada”. Existe ainda uma terceira perspectiva que é a “cultura desejada” pelos colaboradores, que muitas vezes também não coincide com a cultura declarada.

Realizar o alinhamento entre cultura instalada, cultura desejada pelos colaboradores e cultura declarada é o que denominamos de “transformação cultural”. Entendemos que este trabalho é processual e requer um olhar muito profundo para os valores vivenciados na organização, para a visão de futuro que se pretende alcançar e a forma como deverá ser alcançada (a missão). Questões estratégicas e estruturais também deverão ser consideradas em um processo de transformação cultural. 

Evolução Humana

E como é possível conhecer a cultura vivenciada em uma organização?

Através de uma Pesquisa de Valores. O modelo mais utilizado mundialmente por consultorias credenciadas pelo Barrett Values Centre é o CVA – Cultural Values Assessment. Esta pesquisa apresenta um diagnóstico profundo da cultura de valores vivenciada na organização e muito mais. Veja o que ela oferece:

  • Sistema de valores humanos – os 10 principais valores pessoais do grupo participante da pesquisa.
  • Cultura de valores atual (vivenciada) – mostra os 10 principais valores vivenciados na atualidade, e estes valores podem ser positivos e/ou limitantes.
  • Grau de entropia cultural* gerado pelos valores limitantes vivenciados e que muito provavelmente serão identificados na cultura da empresa.
  • Cultura de valores desejada – mostra os 10 principais valores desejados, ou seja, a cultura de valores que o grupo de colaboradores respondentes da pesquisa deseja ver na empresa futuramente.
  • Necessidades de negócios (Business Needs) – um relatório que mostra como anda a saúde da organização em 6 níveis: finanças, relação com clientes, evolução, adequação, cultura e contribuição social – na cultura vivenciada e na desejada.
  • Saltos de Valores – Um salto de valor ocorre quando há mais votos para um valor na cultura desejada do que na cultura atual (vivenciada).  Relatório muito importante para gestão de RH, pois mostra os maiores anseios/necessidades  dos colaboradores.

Uma curiosidade: – até hoje nunca foi identificado um caso de empresa que não tivesse entropia cultural. É importante conhecer o grau de entropia cultural da empresa, para saber quais são as forças negativas comportamentais que podem impedir que os valores organizacionais e seus respectivos comportamentos sejam fortalecidos.

 QUAL É A CULTURA DE VALORES DA SUA ORGANIZAÇÃO?Quando esta pergunta surge, sempre respondo que realizar um programa de fortalecimento de valores organizacionais sem saber qual é a cultura organizacional vivenciada na empresa é uma ação que pode ser comparada a desenhar e entregar um projeto “com vendas nos olhos”. Não há como mensurar a efetividade do projeto, não há como saber se as ações serão adequadas, assimiladas, compreendidas e levadas à pratica no dia-a-dia. Não há como afirmar que a Transformação Cultural realmente ocorrerá.

A realização da pesquisa de valores, num processo de diagnóstico consultivo, é muito importante para dar clareza e direcionamento nas ações consultivas de Transformação Cultural. E hoje estas ações podem ser mensuradas, acompanhadas e comprovadas como eficientes. Já são centenas de histórias de sucesso de Transformação Cultural que podemos contar. Veja os números do Barrett Values Centre no mundo:

Evolução Humana Consultoria representa a metodologia aqui no Brasil

Quer conhecer mais sobre este assunto? Consulte-nos! Certamente teremos várias soluções que lhes permitirão:

  • A conhecer de fato suas organizações
  • Desenvolver ações de alinhamento cultural (transformação cultural)
  • Aumentar coesão das equipes, engajamento e satisfação dos colaboradores
  • Tornar seus stakeholders muito felizes
  • Criar organizações sustentáveis do ponto de vista humano e organizacional
  • Garantir a longevidade dos negócios e criar condições favoráveis para as futuras gerações.

 Estamos à disposição.

Referências:

>>> O termo entropia cultural* – poderá ser melhor compreendido através da leitura do artigo – Os 20 PECADOS COMPORTAMENTAIS que destroem a cultura de uma empresa – Quais são os tipos de doenças que esses pecados podem gerar dentro de uma organização?

>>> A pesquisa de Valores CVA – Cultural Values Assessment  é realizada com a metodologia Values Driven de Richard Barrett. Para maiores informações sobre a metodologia – consultar o site Barrett Values Centre. A Evolução Humana Consultoria é credenciada para realizar este tipo de pesquisa no Brasil ou pesquisas de natureza global.

Evolução Humana Consultoria - especializada em Cultura organizacional orientada / dirigida por valoresVânia Fariaconsultora em desenvolvimento humano e organizacional, com mais de 22 anos vivenciando projetos nesta área. Possui larga experiência em projetos de “Cultura Organizacional orientados para Valores”, coaching de executivos e de carreira – focado em competências, missão, visão e valores pessoais/organizacionais. É sócia-fundadora da Evolução Humana Consultoria e lidera todos os projetos de Cultura Organizacional realizados por esta Consultoria.

 

Evolução Humana trabalha a favor da “Expansão da Consciência”.
Essa é nossa razão de existir!

 Mais informações: http://www. evolucaohumana.com.br

 

QUEM SOMOS: “ A Evolução Humana é uma Consultoria em Desenvolvimento Humano e Organizacional com atuação em praticamente todos os serviços relacionados à DHO. “Criatividade e Inovação” é marca registrada do nosso trabalho. Paixão por gente, foco do cliente, agilidade, qualidade, visão sistêmica são valores vividos e aplicados nos projetos de nossos clientes. Em treinamentos oferecemos e customizamos mais de 100 temas in company, nos formatos de Academia de Liderança, cursos, workshops, oficinas de aprendizagem e palestras. Também com forte atuação em: cultura organizacional e transformação cultural por valores; coaching; talent management;  formação de estagiários e trainees; processos de inovação e sustentabilidade organizacional; consultoria em processos de desenvolvimento organizacional e remuneração. Peça-nos o nosso portfólio completo de serviços e de clientes através de nosso e-mail  falecom@evolucaohumana.com.br

5 comentários


  1. Paulo Berti
    mar 24, 2013

    Ótimo artigo Vania!!
    Comumente os valores declarados, não são os vivenciados; e sim o que a empresa deseja.

    Paulo


  2. Reinaldo Theodoro Ferreira Lucas
    maio 27, 2013

    Cultura organizacional e valores, algo muito mais fácil de falar do que entender ou praticar. Cultura sempre existe e valores também, temos a cultura da preguiça, da corrupção, da impontualidade, etc. Nas organizações o que temos percebido são as frases de valores que devem, ou pelo menos querem, orientar a formação de uma cultura. Temos visto palavras como Inovação, Foco no Cliente, entre outras, como Valores a serem trabalhados na organização, mas, infelizmente, em algumas empresas, isto não passa de palavras. Valor deve ser aquilo que acreditamos e praticamos efetivamente. Os valores vem de cima, dos pais ou das lideranças. Ou as lideranças acreditam e praticam ou não passa de desejo. Falar em valores requer atuar com integridade onde o pensar o sentir o falar e o agir seja coerente. Caso contrario não formaremos a cultura que queremos. É o mesmo que o pai falar ao filho que se ele não estudar ele não vai evoluir, e o filho nunca viu o pai com um livro na mão. A ética da liderança requer coerência Entre o que se fala e o que se faz, requer integridade. Já a ética da hierarquia, há muito instalada nas nossas famílias e nas organizações, prevalece o ” manda quem pode e obedece quem tem juízo”, o “faz o que eu mando e não faça o que eu faço”. Mudar ou formar uma cultura é possível? Na minha opinião sim, desde que combinemos o que queremos como a pratica dos valores e exista um processo de reconhecimento e recompensa para quem pratica ou não pratica o que foi combinado. Isto vale na família, na empresa e na sociedade. .


  3. Ricardo Pimenta
    maio 27, 2013

    Vânia, parabéns pelos excelentes artigos, gostei tanto do primeiro que entrei no seu Blog e li várias outras coisas relevantes, como a MIssão, Visão e Valores da sua empresa e também o texto “Os 20 Pecados Comportamentais que destroem a Cultura de uma Organização”. Já os reli e ampliei um pouco a visão que tinha sobre crenças, valores e comportamentos, que definem a identidade e/ou cultura de uma empresa. Grande abraço e espero que possamos ampliar este debate, Ricardo Pimenta


  4. Norberto Servo
    maio 28, 2013

    Gostei muito!!


  5. Darleny
    jun 15, 2013

    Perfeito seu conhecimento, estou finalizando o 1º semestre de graduação em administração, e na disciplina Comportamento Organizacional uma explicação tão clara como este seu artigo, seria ótimo entender o capítulo: O Desvendar da Cultura de uma Organização – uma discussão Metodológica, Maria Tereza Leme Fleury.

Deixe uma resposta