Mundo BANI chegou rapidamente desafiando paradigmas e o “jeito de ser” das Organizações. E agora?

Mundo BANI chegou rapidamente desafiando paradigmas e o “jeito de ser” das Organizações. E agora?

Mundo BANI chegou rapidamente desafiando paradigmas e
o “jeito de ser” das Organizações. E agora?

<<Por Vania Faria Sutherberry>>

Antes da pandemia, falar e implantar o jeito VUCA nas Culturas Organizacionais já embarcava uma grande carga de ansiedade. Remetia a quebra de paradigmas com relação a planejamento de longo prazo, lidar com múltiplas gerações, diversidade, mundo digital, tudo aquilo que já exigia formação de um novo modelo mental.

E eis que chegou 2020. A Pandemia instalou-se rapidamente em todo o mundo, e simplesmente de um dia para outro gerou uma necessidade de flexibilização extrema, ruptura com as certezas, tudo de uma hora para outra. Chegou fazendo líderes repensarem seus modelos de gestão e constatarem que não existe mais um “modelo”. Como assim, não existe mais um jeito certo de fazer as coisas dentro das organizações? Como assim?

É… não existe. A máxima agora é buscar viver dentro de um jeito novo, que já tem até novo nome. Esse jeito se chama BANI – Brittle, Anxious, Nonlinear, Incomprehensible. Em português significando Frágil, Ansioso, Não-linear e Incompreensível.

Com a constatação de que já habitamos neste tal Mundo BANI, e que ele não é apenas mais um novo modismo comportamental, constatamos também que se faz necessário repensar o “jeito de ser e fazer” dentro das organizações, ou seja, as culturas organizacionais.

Culturas Organizacionais saudáveis precisam de ajustes neste momento, quem dirá culturas entrópicas (disfunções comportamentais e estruturais).

Bem, de forma simplificada, deixarei algumas sugestões que “talvez” possam ajudar na revisão do jeito de fazer as coisas de agora para frente no mundo organizacional, usando as 4 palavrinhas mágicas que constituem o BANI:

O “B” de  Brittle (Frágil) – empresas devem valorizar aquilo que é consistente e que garante a longevidade. Cultivar o bem mais precioso que elas possuem (PESSOAS). São elas que garantem qualquer negócio, e não produtos ou serviços. As pessoas precisam ganhar destaque neste novo mundo. O espírito colaborativo, respeito, valorização, empoderamento individual e de equipes ajudarão sobremaneira pessoas a usarem criatividade e inovação para enfrentarem esses novos tempos.

O “A” de Anxious (Ansioso) – ansiedade está totalmente ligada a medos e incertezas. Mas se não existem mais certezas como lidar com a ansiedade? Não existe forma de eliminá-la, então o melhor jeito é usá-la produtivamente, focando na realidade dos fatos e solução de problemas. Incentivar as pessoas a buscarem seus propósitos de vida e utilizá-los dentro da organização fará com as pessoas se ocupem com aquilo que as alimentam, conduzindo-as naturalmente ao gerenciando de emoções e vivência do hoje (presença).

O “N” de Nonlinear (Não linear) – não existe um único jeito de se fazer as coisas. Não existe um único caminho e sim muitos. Não existe mais o compromisso com o planejamento de longo prazo. Fortalecer as culturas organizacionais neste momento é algo de suma importância, muito mais do que definir novo planejamento estratégico a ser implantando em 5 anos por exemplo. Incentivar as pessoas a aportarem seus verdadeiros potenciais no trabalho, implantar o accountability – dando poder para que elas coloquem suas ideias e implantem novas soluções é o mais sensato. Ampliar a clareza sobre as contribuições que a organização pretende deixar para o mundo (legado), por meio dos valores vivenciados,  missão e visão organizacional ajudará pessoas a se desapegarem do passado e vislumbrarem alternativas que gerem sustentabilidade no hoje e quem sabe no amanhã. Se for preciso surfar uma nova onda, as pessoas trocarão de prancha e desafiarão o mar novamente.

O “I” de Incomprehensible (Incompreensível) ― modelos mentais rígidos e antigos não oferecem respostas novas. Agora é a hora de fazer filtros, tanto de informações como naqueles modelos que oferecem fórmulas mágicas. É hora de aceitar as incertezas, flexibilizar, abrir-se para inteligências superiores – tais como a intuição nas tomadas de decisões, conectar as pessoas por meio dos valores organizacionais, simplificar processos como meio de busca de eficiência, agilidade e qualidade de vida. Privilegiar comunicação clara e aberta ajudará na compreensão daquilo que é possível compreender. Mesmo diante de incertezas as lideranças precisam deixar claro para suas equipes que não possuem sapiência racional para todas as tomadas de decisões e que muitas ações serão amparadas por fé, e vontade de fazer acontecer. E que assim seja!

———————————————————–

E nós, seres humanos, onde estamos neste Mundo BANI?

Ser humano está cansado. Ser humano, agora mais do que nunca necessita de imersão no eu. É hora de colocar a filosofia em prática. É hora de buscar propósito, uma missão pessoal, um jeito de alimentar-se de dentro para fora e não de fora para dentro. É hora de ser mais do que fazer. É hora de fortalecer o eu, com autoconhecimento e significado. Só assim o Ser Humano (ou seja, nós), conseguiremos sair do Mundo BANI para o Mundo CURA (coração, união, regeneração e amor). Que belo será se as organizações propiciarem ambiente propício para que as pessoas trabalhem e, ao mesmo tempo, caminhem para a cura interior.

—————————————————

Vania Faria Sutherberry – escritora, palestrante, coach e consultora especialista em cultura organizacional por valores. Membro do Barrett Values Centre desde 2008 (Reino Unido), especialista em projetos de transformação cultural, change management e coaching executivo. Autora do livro “Lentes Coloridas – uma nova visão sobre destino e missão” e co-autora do livro “A World Book of Values”. Mais de 25 anos de experiência em projetos consultivos organizacionais e desenvolvimento de pessoas.  Sócia-fundadora da Evolução Humana Consultoria.

Evolução Humana Consultoria é especialista em metodologias de Cultura Organizacional por Valores, e está pronta para adentrar nesta jornada de transformação com sua empresa.

Chame-nos para um bate-papo online e explicaremos passo-a-passo como poderemos apoiar você e sua empresa neste processo.

Nosso WhatsApp +55 11 99446-3444
Visite também nosso site:
www.evolucaohumana.com.br

Ou nos envie e-mail:falecom@evolucaohumana.com.br

Adicionar comentário

Seu endereço de email não será publicado. Os campos obrigatórios estão marcados com *